sexta-feira, 10 de março de 2017

Como é ser mãe?

Há algum tempo atrás me fizeram essa pergunta: Como é ser mãe?


"Como é ser mãe? Como assim? Achei muito curioso e inesperado..."
Na hora gaguejei pra responder,  porque eu não estava esperando por essa pergunta e só consegui falar "ah, é legal!"
Porém na real, na minha cabeça naquele momento passou tanta coisa, lembrei de tantas cenas.
Entretanto ser mãe não se resume apenas em ser legal, ser mãe é muito mais que isso.
E é sempre assim né, a gente consegue elaborar um resposta digna depois que já passou. Oh lerdeza! kkkk
Fiquei ainda pensando na resposta e é difícil de definir ao certo.




Mas ser mãe é amor.

É sentir um amor louco, um amor de querer ficar pertinho, grudada no bebê
Que todo tempo junto com ele ainda é pouco, que ele é mais interessante que qualquer outra coisa.
É tipo uma novela ou uma série que você está louca pra ver o próximo capítulo, porque eles sempre nos surpreendem. Você fica tipo "Ual, o quê mais?" E você quer ficar o tempo todo ligadinha nos próximos episódios.

Ser mãe é responsabilidade .

Claro é muita responsabilidade, coisas assim que eu não era acostumada a fazer, porque geralmente minha mãe fazia, tipo lavar as roupas, passar, se preocupar tanto com uma pessoa.
Responsabilidade em tudo sobre a outra pessoa, se ela está bem, se ela está confortável, se está com frio, com calor, com fome, são tantas coisas que a gente acaba deixando de lado os nossos gostos tudo por aquele pequeno, e ser mãe é gratificante quando você chega no fim da noite, você com o bebê no colo e ele está limpinho, cheiroso, com a barriguinha cheia e agora vai dormir. Sabe dá aquela sensação de "Yeah, missão concluída com sucesso!"


Ser mãe é legal.

 É legal pois a gente começa a prestar atenção em cada detalhe, e esses detalhes já enche nosso coração de felicidade.
 Uma noite brincando com o bebê, fazer ele rir, a sensação dele apertar forte nosso dedo com uma mão tão pequenininha, ouvir os primeiros resmungos, aqueles sons indefinidos de quem esta aprendendo a falar soa como musica em nossos ouvidos, as gracinhas que fazem para nos chamar atenção...
É tão legal isso tudo, nós acabamos ficando mais bobas, mais palhaças e muito mais criativas. Inventar histórias, criar brincadeiras e improvisar letras de músicas são alguns dos tantos novos talentos que nos surgem na maternidade.

Ser mãe é ter um melhor amigo.

Agora somos só nós dois, ele depende de mim e eu dele. A todo tempo tenho uma companhia, um parceiro para ir pra lá e pra cá. É um grudinho. Ele me ocupa a cabeça, sente quando não estou tão bem e sorri pra me agradar. 
Uma conexão, um elo entre mãe e filho é que simplesmente sensacional. 

Ser mãe é gratificante.

É imensamente prazeroso ver aquele rostinho com traços semelhantes aos teus e ser totalmente dependente de você.
Você se torna capaz de tudo para vê-lo bem, fica forte, enfrenta obstáculos que jamais havia pensado em viver antes.
Nossa fé aumenta junto com a gratidão de ser abençoada por ter um anjo em nossa vida.

Ser mãe é tudo, é despertar o seu melhor. Ser mãe sem dúvidas, é minha melhor qualidade.

Um comentário: